Quem, eu? Orgulhoso?

O capítulo 13 de Coríntios é famoso justamente. É uma exposição brilhante e poética do significado do verdadeiro amor, amor bíblico, amor Cristão. Você, sem dúvidas, já ouviu esse texto lido e aplicado em uma cerimônia de casamento Cristã.

O grande risco de uma leitura rápida dessa passagem legendária, no entanto, é que ela contém abstrações filosóficas com as quais você pode concordar, mas que não terão impacto nenhum em sua vida.

Por exemplo, “O amor . . . não se orgulha” (1 Coríntios 13:4).

Você concordaria— “Com certeza não é.” Mas o ponto do poderoso texto de Paulo é—isso é verdade sobre você? Que você não é orgulhoso? As pessoas à sua volta veem evidências de vaidade e arrogância em sua vida?

Orgulho é um pecado mortal. Ele nos seduz a pensar que somos melhores que os outros, que somos dignos do favor de Deus, que merecemos um ingresso para o céu. O orgulho alimenta nossos egos, crescendo um interesse apenas no que gira ao nosso redor. É impossível para pessoas com a doença do orgulho assumirem a atitude e postura de servos, a postura que Cristo adotou e nos convidou a compartilhar.

Ore a Deus: “Eu sou um pecador tolo que estaria afundado sem a misericórdia do meu Salvador. Perdoa-me, Jesus, pelas minhas palavras e ações orgulhosas. É melhor servir do que ser servido. Como eu posso fazer alguém se sentir importante hoje?” Amém!

Tenha uma Bíblia gratuita para seu telefone, tablet e computador. 📖 👇

https://www.projetovida.org/